Novidade na Arca!!!

eletrocardiograma
Você sabia que o eletrocardiograma (ECG) é o principalmente método de diagnóstico de arritmias cardíacas em animais?

O ECG permitirá que você identifique alterações no ritmo cardíaco, por exemplo, e possa, se preciso, solicitar novos exames e entrar com o tratamento, sem que o animal tenha nenhuma alteração visível. Assim, garantirá o bem-estar animal pelo qual você tanto luta em seu dia a dia.

E dispõe de um aparelho de última geração para realização do exame cardiológico e excelentes cardiologistas fazendo a interpretação do ECG do seu PET!!!
eletrocardiograma 1

Traga seu filhote para a vacina e ganhe um banho!!!

CAMPANHA DO BANHO E TOSA

Feliz Natal!!

cartão de natal

Como Ensinar o Cachorro Fazer as Necessidades no Lugar Certo em 6 Passos Simples

Como-ensinar-o-cão-fazer-necessidades-ComoTreinarUmCao.com_.br_

 

Por Beth Jeffery

 

Ensinar o seu cão a fazer as necessidades corretamente é fundamental e pode ser mais fácil do que você pensa.

Aqui estão seis passos simples sobre como ensinar o cachorro fazer as necessidades no lugar certo.

1. Mostre o local correto

1-mostrar-local-do-xixi-para-cão-ComoTreinarUmCao.com_.br_

A primeira coisa que você precisa fazer quando o seu filhote chegar em casa é levá-lo no local apropriado para fazer suas necessidades. Independentemente da sua situação de vida ou onde gostaria que seu cão fizesse as necessidades, deve levá-lo no local imediatamente. O cão deve estar com a guia de forma que você possa mantê-lo no local apropriado até que faça as necessidades.

Se a ideia é que o cão faça fora de casa, deve deixar clara a diferença entre o que é dentro e o que é fora de casa. Muitas pessoas simplesmente deixam a porta aberta acreditando que o filhote terá acesso fácil para fora de casa. Isto em si só pode criar outro problema, já que o filhote pode não reconhecer a diferença entre as duas áreas. Quando seu filhote está aprendendo a fazer as necessidades na rua é melhor deixar bem claro que existe a área interna de convivência e o lado de fora sendo que são duas coisas completamente diferentes.

 

2. Recompense comportamento adequado

2-recompensar-cão-ComoTreinarUmCao.com_.br_

Cães amam serem elogiados e recompensados por seus donos, e como eles só entendem se algo está “certo ou errado”, é muito importante que você mostre para o seu filhote que está contente com ele quando fizer as necessidades no local correto. Então, tenha certeza de recompensar o seu cão logo que ele terminar de fazer as necessidades no local correto. Você pode fazer isso de forma verbal com um elogio ou usando um petisco. A ideia é que o filhote associe o fato de fazer as necessidades no local correto com algo muito positivo.

3. Associe uma frase

3-palavra-associacao-para-cão-ComoTreinarUmCao.com_.br_

Escolha uma frase como “Faz xixi!”. Esta é uma associação, não um comando, porque você não pode forçar um cão a fazer suas necessidades. O seu objetivo é que eventualmente o seu cão entenda que esta é a sua oportunidade para se aliviar e devem usar este momento para isso. Diferentemente da maior parte dos comandos você pode continuar a repeti-lo para o seu cão até que ele faça as necessidades.

 

4. Estabeleça uma rotina

4-rotina-necessidades-do-cão-ComoTreinarUmCao.com_.br_

Estabeleça alguns horários para levá-lo para o seu “banheiro” frequentemente e seja paciente! Tente alimentar o seu filhote e leva-lo para o local nos mesmos horários todos os dias. Um dos erros mais comuns das pessoas é de dar apenas 5-10 minutos para o cão e então desistem. Caso faça um tempo que seu cãozinho não faz as necessidades, provavelmente precisa fazer, mas está apenas muito distraído para conseguir.

Filhotes precisam ir ao banheiro a cada 1 ou 2 horas (dependendo da raça), bem como 15 minutos depois de comer. Se você não estiver conseguindo num determinado momento, mas mesmo assim acredita que ele precisa fazer naquele momento, não o deixe ficar livre na sua sala. O melhor é ficar com o seu cão preso na guia perto de você e então tentar novamente uns 10 ou 20 minutos depois.

A prevenção é a melhor forma de lidar com potenciais acidentes. Se o seu filhote estiver tendo acidentes durante a noite, tente alimentá-lo mais cedo ou tirar a água depois das 7 PM (a menos que seja uma noite muito quente).

 

5. Comece com um local pequeno

5-pequeno-espaço-ComoTreinarUmCao.com_.br_

Confinar o seu filhote a uma área pequena no começo é de longe a forma mais rápida de ensiná-lo. Quando estiver em casa, deixe-o numa sala com você o tempo todo. Quando sair deixo-o num espaço pequeno.

Cães gostam de áreas pequenas e fechadas pois se sentem seguros, além de terem o seu próprio espaço para relaxar. A área precisa ser pequena o suficiente de forma que o seu cão não consiga sair de perto da sujeira se fizer as necessidades no local. Cães não gostam de se sentar na sua própria sujeira, então ficam mais inclinados a “segurar”.

Se a área for muito grande, podem simplesmente se mover de um canto para outro evitando a sujeira. Isto então nega a efetividade. Seu espaço precisa ser apenas grande o suficiente para o seu cão levantar e se virar. Na minha opinião profissional, o crate é a ferramenta mais apropriada para isto, mas se você for contrário a sua utilização, um cercadinho ou sala pequena podem ser usados. Acredito firmemente no conceito de que o filhote deve conquistar a sua liberdade na casa.

Se estiver constantemente se aliviando pela casa onde e quando quiser, você não pode continuar deixando-o andar livremente. Mantenha o seu filhote com você na guia ou confinado no seu espaço.

 

6. Lide com acidentes

6-lidar-acidentes-ComoTreinarUmCao.com_.br_

Se você pegar o seu filhote fazendo as necessidades no local errado, diga “Não”, levante-o e coloque-o no local apropriado. Você não deve gritar com o seu cão, mas apenas dizer um “Não” de forma firme. Se você gritar pode assustá-lo e ele pode ficar relutante em fazer suas necessidades.

Se você encontrar um acidente e não tiver visto quando o seu filhote fez, não fale nada para ele. Simplesmente limpe e continue em frente. Os cães vivem no momento. Você não pode trazer o cão de volta para o local do acidente e esperar que eles entendam o que você quer dizer. Aprenda os sinais que mostram que o seu filhote está precisando ir. A maior parte dos cães cheira o chão antes de urinar e giram antes de fazer cocô.

Fique de olho no seu cãozinho e tente estabelecer um padrão no seu comportamento antes de fazerem as necessidades. Se o seu filhote tiver um acidente, use um produto apropriado para remover o cheiro de forma que ele não queira ir no mesmo local novamente. Existe uma variedade grande de produtos enzimáticos para remoção de odores no mercado. Observe bem para que o produto tenha enzimas para quebrar o odor. Vinagre branco também funciona e pode ser usado em pisos duros.

Prevenção é sempre o melhor, e seguidamente pensamos que nossos filhotes entenderam um conceito antes deles realmente terem entendido. Lembre-se, mesmo depois que seu o cão tiver aprendido, eles vão continuar a ter acidentes. Filhotes se distraem facilmente, e às vezes simplesmente esquecem de ir até que é tarde demais. Todo cão pode aprender, é só uma questão de ser consistente, persistente e paciente!

 

Leia mais em Como treinar um cão!

Oftalmologia Veterinária – Eletrorretinografia


O que é?

Sem título

É um exame cuja função é avaliar a função elétrica da retina. Com ele, é possível diagnosticar diversas doenças da retina, congênitas ou adquiridas.

Em animais com catarata, a avaliação clínica da retina durante atendimento pode estar parcial ou totalmente comprometida; sendo assim, a eletrorretinografia é um teste fundamental para que o paciente seja ou não liberado para cirurgia.

É um teste que pode ser realizado em animais de qualquer idade, e pode diagnosticar a baixa visão antes mesmo que o teste oftalmoscópico mostre qualquer alteração, em determinadas condições.

O teste, em si, não oferece riscos à saúde; entretanto, em alguns animais pode ser necessária sedação e/ou anestesia geral; portanto, o paciente deve estar em jejum alimentar e hídrico, e com boas condições gerais de saúde.

 

Como é realizado?

 

Na maioria dos casos, o paciente precisa receber sedação e/ou anestesia.

O paciente passa por uma adaptação ao escuro durante 30 minutos, e recebe colírios que dilatam a pupila. Também recebe colírio anestésico para a colocação da lente de contato.

É realizado um estímulo luminoso em flashes, e o registro da resposta retiniana é transformado em ondas elétricas, decodificadas por um programa de computador. Este processo é totalmente indolor.

Primeiramente são avaliados os bastonetes, que são as células da retina responsáveis pela visão em preto e branco, e pela visão noturna.  Depois, é avaliada a resposta máxima da retina e a resposta dos cones, que são as células responsáveis pela visão diurna, em cores.

 

Exemplo de curva normal:

 

onda

 

 

 

O tempo máximo do exame varia entre 40 minutos e 3 horas, dependendo do tipo de anestesia, e da colaboração do paciente.

 

Novidade na Arca!

Agora dispomos de um novo equipamento no setor de Oftalmologia: o Tonopen. Com ele é possível medir a pressão intraocular dos animais em apenas alguns segundos, e o teste é totalmente indolor.

O exame poderá ser feito durante as consultas oftálmicas, ou também se o paciente for encaminhado por outro Médico Veterinário. Neste caso, basta trazer a solicitação do clínico ou do oftalmologista.

Este teste nos permite saber se o paciente tem alguma doença ocular que cause aumento ou diminuição da pressão dos olhos.

Estudantes: Venham fazer estágio conosco!

Encaminhe seu currículo para: rh@arca24h.com.br

Previna-se contra Leishmaniose!

A Leishmaniose Visceral é uma doença grave de curso lento e crônico, de difícil diagnóstico e de fácil transmissão, tanto para os cães quanto para os humanos. É causada pelo protozoário Leishmania, transmitido pela picada de flebótomos (insetos)infectados. O cão é considerado o principal reservatório da doença no meio urbano, mas não o único, já que animais silvestres e mesmo o homem, podem atuar como reservatórios.

Os sintomas no cão são bastante variáveis, sendo comum o aparecimento de lesões de pele acompanhadas de descamações e, eventualmente, úlceras, perda de peso, lesões oculares, atrofia muscular e , em alguns caso, o crescimento exagerado das unhas. Em um estágio mais avançado, há o comprometimento do fígado, baço e rins, podendo levar o animal à morte. Devido à variedade e à falta de sintomas específicos, o Médico Veterinário é o único profissional habilitado a fazer um diagnóstico preciso da doença. É importante ressaltar que há um grande número de animais infectados que não apresentam sintomas clínicos (assintomáticos).

Já existe no mercado há 5 anos uma vacina contra a Leishmaniose Visceral Canina, a Leishmune, do laboratório Fort Dodge Saúde Animal, registrada no Ministrério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) desde 2003. A vacina confere proteção superior a 92% e já protegeu mais de 70.000 cães vacinados em todo o Brasil.

O programa vacinal deve ser associado à outras medidas de controle, como combate ao inseto vetor (flebótomo), com a aplicação de inseticida no ambiente, o uso de produtos repelentes no cão, a educação da população quanto à posse responsável e controle de natalidade canina e o emprego de medidas de saneamento básico.

A prevenção é o caminho mais simples para evitar doenças.

Aberto 24h!

O Hospital Veterinário oferece toda a comodidade de poder atender os pacientes 24h! Em caso de emergência, ou simplesmente se durante o dia haja dificuldade em trazer seu animalzinho, estamos de portas abertas para atendê-lo! Somos o primeiro hospital veterinário 24h de Guarulhos!

Arca de Noé Hospital Veterinário 24h

Av Jurema, 672 - Guarulhos - SP | Tel: (11) 2484-4627 / (11) 2484-7506 / (11) 2484-3198